Tão importante quanto conhecer as decisões feitas pelos profissionais que nos representam é sabermos os motivos que impulsionaram suas escolhas.

 

É através desses motivos que saberemos com maior precisão o quanto os valores organizacionais serão respeitados, independentemente de qualquer fator interno ou externo. Pessoas que possuem alinhamento ético com a organização podem romper a linha e seguir um rumo indesejado, simplesmente por não terem a oportunidade de dividir pressões vivenciadas.

Corrupção, fraudes, desvios e má conduta são problemas graves que, historicamente, têm feito parte da realidade empresarial brasileira. Considerar o risco humano é um dos fatores primordiais quando se busca a identificação de vulnerabilidades e a proteção dos negócios. Por isso, a necessidade de se adequar às normas do mercado e a adoção de ferramentas de Compliance devem contemplar também o Compliance Individual, que identifica o nível de aderência à cultura ética organizacional.

Organizações sustentáveis são aquelas que possuem um conjunto integrado de políticas, controles, processos e práticas de gestão, que fazem parte da Governança Corporativa. O alinhamento com compliance faz-se cada vez mais necessário, reforçando não somente os aspectos tangíveis, como também os de maior complexidade relacionados à ética, valores e integridade de conduta.

 

XXX Workshop de Compliance da QFS Consulting

Extraído do Estudo Perfil Ético do Profissional Brasileiro 2017 – Protiviti. Disponível em https://www.protiviti.com/BR-por/insights/estudo-perfil-etico